sábado, 10 de fevereiro de 2018

[BLABLABLA] 10 fatos sobre a OLINA

Olá Beauties! 👋

Eu resolvi agora em 2018 deixar os finais de semana com posts mais pessoais (não relacionados à make) e hoje, pra variar um pouco, vou contar pra vocês 10 fatos sobre a Olina. 😄

Olina nasceu no dia 13 de Julho de 2012. A mãe dela é "loira" e ela tem mais 5 irmãs (todas pretinhas) 🐾

ela era a menorzinha da cria 💕

Como vocês já sabem, a Olina foi treinada como cão de assistência ao autismo, mas 2 de suas irmãs são cães guia para cegos e uma delas é reprodutora (inclusive um sobrinho da Olina também é cão de assistência ao autismo) 💙


Ela tinha 2 anos e 3 meses quando veio pra nossa família (no dia 06 de Outubro de 2014, contei um pouquinho sobre AQUI) - antes disso ela teve 6 meses de treinamento (morava na escola) e antes do treinamento morava com uma família voluntária 💝 


O segredo do pêlo dela são 2 colheres de chá de óleo de coco em cada refeição… brincadeirinha… são as escovadas diárias (com 3 tipos de escovas) ✨

e esses cílios invejáveis?!?!

Ela não late nunca (pelo menos enquanto acordada - dormindo ela late, rosna, uiva e ronca) 💤


Como todo labrador ela é super comilona (e pidona!) e eu tenho que ficar sempre de olho no peso dela! 👀


A dieta dela é super controlada: 120g de ração pela manhã, um petisco na hora do almoço, 120g no final da tarde e um biscoito noturno antes de dormir. Quando ela trabalha, ela também recebe uns biscoitinhos 🍪🍪🍪. E eu caminho com ela pelo menos 2 KM por dia (TODOS OS DIAS). 🏃

o peso ideal dela é 27kg

Ela tem medo de gato 🐈 (e do meu robozinho aspirador) 😜


E com certeza seria gandula de jogo de tênis se não fosse cão de serviço (já deve ter encontrado mais de 100 bolinhas!) 🎾🎾🎾


Uma coisa que muito pouca gente sabe (ou sabia até agora 😉) é que a vinda da Olina pra nossa família foi confirmada no dia que eu tive um aborto espontâneo. De maneira nenhuma e em nenhum momento eu achei que a Olina veio "substituir" a minha perda, mas eu sou extremamente grata por ela ter vindo. Acho que o luto de um aborto no primeiro trimestre da gravidez é subestimado muitas vezes... além da dor da perda, você ainda tem que lidar com todas as mudanças que o corpo vinha sofrendo para gerar o bebe (eu, por exemplo, demorei muito para "zerar" os hormônios no meu corpo). Hoje eu tenho certeza que se eu não tivesse tão ocupada com a Olina naquele momento (adaptação dela na família, com a nova rotina, etc) essa fase teria sido muuuito mais difícil... 😢💔

até que somos parecidas, né?!  😂

Espero que vocês tenham gostado de saber um pouquinho mais sobre a mascote do GLOW! 👼

Tenham um ótimo dia e até a próxima... 😘😘😘

7 comentários:

  1. Amei saber mais sobre nossa linda peludinha!

    Realmente a vinda dela deu aquele up e ajudou a enfrentar um luto tão dolorido =( sinto mto Lica =(

    Acho que eu deveria seguir uma dieta que nem da Olina, tudo pesado e medido assim n teria problemas c a balança! hahahaaha

    Da muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuita vontade de apertar e dar uns bjim nela!

    Deve ser mto gostoso ser cão de acompanhamento na sua família, da pra ver como vcs amam ela! E como ela mudou a vida de vcs!!!

    Adorei!

    bjins

    ResponderExcluir
  2. Que coisa linda,já sabia que olina era treinada como cão de acompanhamento ,mas fiquei mais encantada ainda em saber que ela foi essencial em um momento tão difícil em sua vida.estou no primeiro trimestre de gravidez,quase no segundo🙇 e consigo imaginar o tamanho da sua dor,as pessoas subestimam mesmo.olina é maravilhosa e com certeza está na família certa incríveis também .beijos linda

    ResponderExcluir
  3. Ela é muito linda!
    O melhor amigo do homem com certeza!

    ResponderExcluir
  4. Ai, eu amei esse post ♥ Principalmente saber mais sobre a Olina, e por tudo que você passou com certeza a Olina foi a coisa mais importante de ter aparecido, acho que ela já faz parte até da vida da gente que te acompanha rsrs
    Amo ver as fotos da Olina, toda fotogênica haha

    Me emocionei com esse post, amei demais.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Lica, mulher, eu já ia correr pra me fartar de óleo de coco 😂😂😂!
    A Olinda é maravilhosa, linda, fofa...
    Eu amo animais, principalmente cachorro . Mas nunca pude ter um, pois o povo aqui em casa nunca quis. Até que por questão de saúde e a pedido da minha psicóloga, eu agora vou poder adotar. E uma certeza eu tenho, vai ser a melhor coisa que vai acontecer na minha vida!❤
    Bjus!!!

    ResponderExcluir
  6. Lindo esse post! Emocionante!
    Adorei saber mais sobre a Olina e sobre as irmãs dela (por que todos os nomes começam com a letra O? Curiooosaa!). Ela é linda e chegou na família pra somar, com certeza. Eu sabia que os cães de serviço/assistência não latiam enquanto estavam trabalhando, mas não sabia que se comportavam assim todo o tempo.
    Acho que ela veio num momento especial, pra ajudar todos a superarem a fase tão difícil de perda e luto. Olina chegou dando uma leveza no ambiente e tornando os dias um pouco mais fáceis, alegrando a casa e ocupando mais o seu tempo, até que vc se recuperasse física e emocionalmente. Que bom que ela veio na hora certa!
    Estou adorando essas conversas, esses posts intimistas. Abre mais espaço pra que a gente compartilhe assuntos diversos com vc e isso é maravilhoso. Obrigada por ser assim, desse jeitinho lindo e querido. Vc é muito especial, Lica! Adoro a Olina, essa bênção que se tornou mascote-modelo do Glow.
    Bjim.

    ResponderExcluir
  7. Ahhh que coisa mais LINDAAA!
    AMEI LER TUDO!
    Olina eh mto especial! AMO ver ela por aqui!

    bjos

    ResponderExcluir

O seu comentário é super importante para mim!
Obrigada por participar!
Beijo grande! ;-*